Reabre ao público o Centro de Documentação do Museu das Terras de Basto

O Museu das Terras de Basto inaugurou ao público a 23 de Maio de 2004, estando sediado na estação ferroviária de Arco de Baúlhe.
Desde o início que o Museu dispõe de um Centro de Documentação composto por diversos tipos de espécies documentais relacionadas com as Terras de Basto, e, mais concretamente, com Cabeceiras de Basto.
Entre Setembro de 2006 e Abril de 2010, o Centro de Documentação esteve encerrado devido ao facto de nas suas instalações ter funcionado, a título temporário, o Centro de Emprego de Terras de Basto.
Em 2011, procedeu-se à arrumação e organização deste acervo documental.
O Centro de Documentação do Museu das Terras de Basto conta com dois fundos documentais distintos – o fundo documental do Museu das Terras de Basto, pertença do Município de Cabeceiras de Basto, e o fundo documental do Núcleo Ferroviário de Arco de Baúlhe, pertença da Fundação Museu Nacional Ferroviário – Armando Ginestal Machado, mas que se encontra à guarda do Museu das Terras de Basto.
Nesta fase foi tratado e inventariado o fundo documental pertença do Museu das Terras de Basto, e devidamente acondicionado, mas não tratado, o fundo documental do Núcleo Ferroviário de Arco de Baúlhe.
Estes dois fundos documentais estão arquivados em salas distintas, só sendo possível nesta fase ter acesso a parte do fundo documental do Museu das Terras de Basto (monografias e publicações periódicas) através de consulta presencial e em sala para esse efeito destinada. Não será para já acessível aos utilizadores a documentação iconográfica dado estar a ser alvo de tratamento. O arquivo documental, que já se encontra tratado, será de acesso restrito a investigadores.
Por enquanto não existe catálogo informatizado, composto por registos bibliográficos, pelo que se coloca à disposição dos utilizadores uma lista impressa contendo a descrição do fundo documental e que pode ser consultada presencialmente ou no blogue https://museuterrasbasto.wordpress.com/
O Centro de Documentação do Museu das Terras de Basto dispõe de um fundo documental constituído por monografias, publicações periódicas, documentação iconográfica (fotografias, cartazes, mapas), vídeos e documentação arquivística, sobre assuntos relacionados com Cabeceiras de Basto ou com as áreas de investigação do Museu das Terras de Basto, predominantemente no domínio das Ciências Sociais e Humanas.
O Centro de Documentação do Museu das Terras de Basto tem com missão tratar, armazenar, inventariar, valorizar e divulgar o fundo documental que possui, e como objectivos inventariar o acervo documental existente; facilitar e fomentar o acesso à documentação disponível; prestar informação especializada sobre temas relacionados com o património cultural de Cabeceiras de Basto.
É possível consultar no blogue do Museu a lista das monografias (consulte aqui) e publicações periódicas (consulte aqui) existentes no Centro de Documentação do Museu das Terras de Basto.
A pensar nos utilizadores foi também criado um Regulamento do Centro de Documentação que pode ser consultado aqui.
O Centro de Documentação do Museu das Terras de Basto reabre ao público no dia 09 de Janeiro de 2012 e funcionará no seguinte horário: terça a sexta-feira, das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

(IMF)

Esta entrada foi publicada em Centro de Documentação com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s